Google irá punir uso indevido de Anúncios Intersticiais

A evolução dos Anúncios IntersticiaisPromover uma empresa através de anúncios tem se tornado uma prática cada vez mais comum na internet, existem diversas formas de anúncios e hoje vamos falar sobre os Anúncios Intersticiais, que são um assunto controverso, visto que atrapalham bastante a experiência do usuário quando mal aplicados.

O que são Anúncios Intersticiais?

De acordo com o Google, a definição de Anúncios Intersticiais é: “Uma experiência de anúncio de página inteira em pontos de transição naturais, como a mudança de página, a abertura de um aplicativo ou um carregamento de nível de jogo. Os intersticiais exibem um botão de fechar que remove o anúncio da experiência do usuário. Os anúncios são exibidos em um iFrame que flutua sobre a página da Web ou o aplicativo.”

Na prática, esses anúncios são algo como Pop-ups interativos, são exibidos em uma camada a frente da página desejada e há uma interação maior com o conteúdo dentro dele, podendo sugerir o download de apps, assinar newsletter entre outras coisas, vai da criatividade de cada um aprimorar a interação com o site da melhor forma.
Por outro lado, se usados de maneira incorreta, eles podem atrapalhar a experiência no seu site e assim prejudicar seu desempenho e ranqueamento.

Anúncios Intersticiais em sites mobile

O Google vai implementar novos critérios para utilização dos intersticiais devido ao uso intrusivo em muitos sites, as novas medidas entrarão em vigor no dia 10 de janeiro de 2017, então até essa data seu site deverá estar adequado aos novos critérios. Essas mudanças já eram esperadas, alguns funcionários do Google já falaram sobre isso e nós fizemos um artigo ano passado falando sobre essa possibilidade.

Bom, provavelmente agora você deve estar se perguntando quais são as definições de um anúncio intrusivo, então nós da Exent separamos alguns modelos para você incorporar no seu site e não correr o risco de ser prejudicado pelos novos algorítimos de busca.

A ideia central é oferecer um anúncio que não comprometa a experiência do usuário enquanto ele navega e para exemplificar melhor, listamos abaixo algumas características que deixam seus Anúncios Intersticiais intrusivos:

  • Mostrar um pop-up que cobre todo ou a maior parte do conteúdo principal, seja na hora que o usuário acessar a página a partir do Google ou após algum tempo enquanto ele olha para ela.
  • Exibir um Anúncio Intersticial que o usuário precisa dispensar antes de acessar o conteúdo principal.
  • Usar um layout que a parte acima da dobra da página se pareça com um intersticial, mas que o conteúdo original está in-line, abaixo da dobra.

Veja abaixo algumas imagens para entender melhor as características de um Intersticial intrusivo:

Intersticiais Intrusivos

Agora que você já tem uma boa noção do que vai ser interpretado como algo ruim pelo Google, apresentamos abaixo alguns bons exemplos de Intersticiais recomendados:

  • Intersticiais com requisitos essenciais para acessar o site, como por uso de cookies ou verificação de idade.
  • Caixas de diálogo em sites que apresentam conteúdo não indexável publicamente, por exemplo conteúdo privado, como e-mail, ou conteúdo não indexável de uma paywall.
  • Banners que ocupam pouco espaço da tela e são facilmente dispensáveis. Por exemplo, os banners de instalação de aplicativos, não há a necessidade de uma tela inteira pra sugerir um app, uma boa opção é separar um pequeno espaço na parte superior da tela.

E para ilustrar melhor as recomendações, vamos colocar algumas imagens abaixo:

Intersticiais Recomendados
Viu só como é simples? Agora use sua criatividade para aprimorar cada vez mais a experiência com os Intersticiais e esteja preparado para os novos critérios de classificação.

Fontes:

Google Webmaster – blog

Exent – blog

Comentários

Faça um comentário